Skip to main content

Veja os lutadores com as mães em seus corners

Mães de lutador sofrem bastante, de levar as crianças as aulas de caratê até assisti-los em ação dentro do octógono. Mas elas também inspiram, criam e apoiam como ninguém. Clique aqui para ver as fotos

Mães de lutador sofrem bastante, de levar as crianças as aulas de caratê até assisti-los em ação dentro do octógono. Mas elas também inspiram, criam e apoiam como ninguém. Clique aqui para ver as fotos 

 

Em alguns casos, elas são a razão pela qual estes cdaras se tornam profissionais -- dona Kelly, mão de DaMarques Johnson, literalmente o fez aprender a brigar. 

 
01johnsons"Minha mãe me colocou na minha primeira briga na 4ª série", ele diz. "Uma criança estava me perseguindo de casa até o ponto de ônibus, e ela me viu chorando e perguntou o que estava errado. O pai dessa criança tinha trabalhado com ela, assim ela me levou até a casa deles. O pai atendeu a porta e começou toda aquela confusão. Então ela falou que se o filho dele era tão duro, ele deveria sair e lutar como um homem. 

 

"Eu obtive um ultimato de minha mãe: 'Você pode o lutar agora mesmo ou pode me enfrentar logo que chegarmos em casa'. Na ocasião minha mãe estava invicta contra mim, então eu me parti para cima da criança que me perturbava'". O resto da história, DaMarques foi finalista do TUF 9 e conquistou o Nocaute da Noite no UFC 112 em Abu Dabi. 

 

No Dia desta Mãe, nós decidimos mostrar algumas das heroínas ão declaradas do MMA -- as mães pros trás dos homens que lutam.