Skip to main content

TUF Brasil 2: Segundo episódio fecha elenco final

Yan, Foguete, Leo Santos, David, Ninja, Viscardi e Ponzinibbio fecham elenco de 14 integrantes da temporada 

Time Nogueira e Time Werdum já estão definidos; Minotauro escolhe primeiro lutador, enquanto Werdum terá direito a casar a primeira luta da casa 

Próximo episódio já traz lutadores morando na casa do TUF Brasil 2 e as duas primeiras lutas classificatórias

Estão definidos os 14 participantes oficiais da segunda temporada brasileira do reality show do UFC, The Ultimate Fighter Brasil 2. Após vencerem as sete lutas eliminatórias finais em episódio exibido no domingo, dia 24, pela Rede Globo, Yan Cabral, Cleiton "Foguete", Leo Santos, David Vieira, Juliano Ninja, Viscardi Andrade e Santiago Ponzinibbio se juntam a Pedro Iriê, Márcio "Pedra", William "Patolino", "Marreta", Neilson Gomes, "Besouro" e Tiago Alves no elenco de meio-médios que se mudará para a casa e disputará semanalmente por um contrato com a organização e o título de "Ultimate Fighter".

O segundo episódio teve momentos de tensão. Logo na primeira batalha, dois amigos, Yan Cabral e "Rony" Silva, tiveram que se enfrentar, protagonizando um dos momentos mais emocionantes até agora. Sobrou até para o técnico Rodrigo Minotauro Nogueira, que se comoveu ao ver um de seus pupilos, o alagoense Thiago Jambo, perder para Viscardi Andrade e não seguir para a próxima etapa da competição. Na última batalha do episódio - uma das mais empolgantes até então - o argentino Santiago Ponzinibbio consolidou sua entrada na casa, tornando-se o primeiro hermano no The Ultimate Fighter Brasil.

Com o elenco final definido, os técnicos Rodrigo Minotauro Nogueira e Fabricio Werdum puderam finalmente formar seus times de sete meio-médios. Após levar a melhor na moeda, Werdum ganhou a chance de optar entre escolher o primeiro lutador ou casar as primeiras lutas, escolhendo a segunda opção. Minotauro, então, foi o primeiro a selecionar, ficando (em ordem de escolha) com: Luiz "Besouro", Santiago Ponzinibbio, Neilson Gomes, Leo Santos, David Vieira, William "Patolino" e Cleiton "Foguete". Já Werdum lidera Pedro Iriê, Yan Cabral, Tiago Alves, Viscardi Andrade, Márcio "Pedra", Juliano "Ninja" e Thiago "Marreta".

Nesta temporada, a casa terá lutadores de cinco estados diferentes. Do Rio de Janeiro, são sete meio-médios. São Paulo segue em segundo, com três representantes. Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Bahia têm um representante cada. E, com Santiago, de La Plata, a Argentina também estará representada. Além das batalhas e divisão de times, o segundo episódio também deu um gostinho do que está por vir, mostrando clipes das brincadeiras que os confinados e as equipes irão aprontar. Colchões em lagos, objetos arremessados e desentendimentos acalorados são algumas das coisas que os espectadores podem esperar.

Confira os resultados do segundo episódio do The Ultimate Fighter Brasil 2:
Yan Cabral VS Ronaldo "Rony" Silva

A emoção já começou alta, com uma batalha entre amigos e colegas de equipe. Mas nem a amizade impediu Yan e "Rony" Silva de fazer uma batalha franca. Após um abraço cordial, os dois já partiram para a trocação, abrindo o round com chutes altos e socos para os dois lados. Rony chegou a arriscar uma kimura de pé, mas foi Yan, contudo, que conseguiu derrubar, buscando logo a finalização.

Primeiro, Yan tentou pegar o braço de Rony, que defendeu. Yan continuava controlando de cima, da posição de cem quilos, enquanto Rony continuava defendendo as tentativas de finalização. Yan, ainda dominante, chegou a conseguir a montada mas, perdendo a posição, continuou trabalhando de cima. Rony até conseguiu defender os braços, mas acabou cedendo as costas, e Yan encaixou o mata-leão. Três tapinhas de Rony e vitória por finalização para Yan.

Originalmente de Visconde de Mauá, Yan chega invicto na casa do The Ultimate Fighter Brasil. Traz 10 vitórias - todas por finalização - incluindo uma na Saitama Arena, no Japão, sobre a lenda do MMA mundial Sakuraba. Yan, que divide o tempo entre Barcelona e o Rio de Janeiro, tem 29 anos e é atleta da Nova União.

Resultado: vitória de Yan Cabral por finalização (mata-leão) no primeiro round

Bruno Dias "Jacaré" VS Cleiton Duarte "Foguete"

Bruno foi superior no primeiro round, levando Foguete para o chão, buscando a montada e se mantendo por cima. Cleiton, apesar da boa trocação - que rendeu um belo chute alto -, era dominado no chão. Já no segundo round, um claramente cansado Bruno até chegou a derrubar o rival, mas foi superado de pé, e a maré virava a favor de Foguete. A batalha foi para o round de desempate, e Bruno, agora ainda mais cansado, continuava a ser superado de pé. Jacaré chegou a novamente ter a chance de aplicar seu chão, conseguindo as costas do oponente, mas, sem conseguir finalizar, foi declarado perdedor pelos jurados.

Resultado: vitória de Cleiton "Foguete" na decisão dividida dos jurados após três rounds

Luciano Contini VS Leonardo Santos

A terceira batalha da noite praticamente não ocorreu. Após uma trocação tímida, Luciano Contini foi acuado contra a grade e prendeu o dedo, que acabou sendo deslocado. O árbitro interrompeu o embate imediatamente, e Leo Santos levou a vitória por nocaute técnico.  

Grande nome do jiu-jitsu brasileiro, Leo Santos traz uma experiência de chão única para o The Ultimate Fighter Brasil. Aos 15 anos de idade, tornou-se o mais jovem campeão mundial na faixa azul. Estreou no MMA em 2002, contra Takanori Gomi, mas só voltou a competir profissionalmente na modalidade em 2006. Acumula 11 vitórias e três vitórias na carreira.

Resultado: vitória de Leonardo Santos por nocaute técnico no primeiro round

David Vieira VS Leandro "Buscapé"

Mais alto, David aproveitava a envergadura para aumentar a distância. Chegou a ficar algumas vezes por baixo, tomando golpes de cima, mas nunca inativo, sempre buscando a finalização. Viveu um bom momento ao pegar a perna de Buscapé que, calmo, conseguiu escapar.

No segundo round, David manteve o jogo muito versátil no chão, buscando brechas mesmo jogando por baixo e aplicando bons chutes contra o rosto do adversário. No fim, o carioca levou a decisão unânime dos jurados após dois rounds.

Também proveniente do jiu-jitsu, David Vieira por pouco não foi participar do The Ultimate Fighter. Dividido entre a carreira de lutador e os estudos, ele foi convencido no último minuto. Invicto, com quatro vitórias na carreira de MMA, David chega na casa com experiência também de TV: antes do TUF, participou de um programa sobre surf no Multishow.

Resultado: vitória de David Vieira na decisão unânime dos jurados

Henrique "Sucuri" VS Juliano "Ninja"

Ninja deixou clara desde o começo sua intenção: derrubar. De cara, partiu para a queda e buscava as finalizações no chão. Henrique escapava das investidas e conseguiu ficar de pé, terminando o round inicial por cima. Contudo, Ninja já voltou para o segundo buscando novamente a queda e as finalizações. Sem conseguir concluir, acabou o segundo round com o rosto feriado.

Os jurados pediram um terceiro round. Ninja voltou com bastante disposição, derrubando e controlando Sucuri por cima. Além de buscar as costas e a finalização, o catarinense aplicava joelhadas contra o corpo e socos contra a cara do oponente. Insistindo na finalização, Juliano conseguiu pegar as costas e aplicar o justo mata-leão, forçando o rival a desistir.

Natural de Blumenau, Santa Catarina, Ninja se considera o "protótipo do novo lutador". Apreciador de livros e novos idiomas, o catarinense se espelha na jornalista e consultora de moda Glória Kalil como exemplo, e já fez até aulas de etiqueta. Na luta, seu forte é o jiu-jitsu, e Ninja chega com sete vitórias e três derrotas na carreira profissional.

Resultado: vitória de Juliano Ninja por finalização (mata-leão) no terceiro round

Viscardi Andrade VS Thiago "Jambo" Gonçalves

Jambo entrou para a luta com um apoio especial. Além da família, o natural de Alagoas tinha a seu lado a torcida declarada do técnico Rodrigo Minotauro, seu mestre e quem o entregou sua faixa preta. O primeiro round, como apontou o técnico Werdum, não teve muita ação. Trocas tímidas de golpes e estudo de distância marcavam a batalha.

No segundo round, um soco de direta de Viscardi derrubou Jambo, que ficou recebendo golpes no chão. Jambo se recuperou, levantou-se e sofreu novamente por baixo. Os dois trocavam posições no chão. Thiago conseguiu se recuperar e terminar o round por cima, mas não foi o suficiente para mudar a decisão dos jurados, que deram a vitória para Viscardi.

Resultado: vitória de Viscardi Andrade por decisão dos jurados no segundo round

Santiago Ponzinibbio VS Thiago Bel

A luta começou com ação. Após uma troca intensa de golpes, foi Santiago que começou botando pra baixo. Bel, desenvolto no chão, conseguiu se levantar, mas Santiago novamente aproveitou uma boa sequência de golpes para derrubar de novo. Bel mais uma vez se levantou, e chegou a conseguir um knockdown com um soco com um golpe no fim do agitado round.

O segundo round começou como o segundo e, após nova forte troca de golpes, Santiago voltou a derrubar. Bel novamente se levantou e os dois trocavam golpes na luta de pé. Santiago derrubou mais uma vez, Bel se levantou novamente. Bem preparado, contudo, Santiago dava muitos e fortes golpes de mão em Bel, que balançado, resistia como podia, mas estava claramente abalado. Apesar da resistência, Bel foi nocauteado, e Santiago fechou o episódio com vitória. "Melhor luta da noite para mim", elogiou Werdum.

A desenvoltura de Santiago de pé é explicada pelo seu passado competindo no kickboxing. O argentino mora no Brasil há quatro anos, desde que foi passar um período em Florianópolis e acabou ficando. Lá, começou a treinar jiu-jitsu e superou dificuldades financeiras e as barreiras de idioma e adaptação para conquistar seu lugar no MMA. Hoje, não pensa em voltar para o país de origem, definindo-se como um "argentino gente boa". Ele chega com apenas uma vitória na carreira profissional, para o ex-TUF Brasil 1 Leonardo "Macarrão".

Resultado: vitória de Santiago Ponzinibbio por nocaute técnico no segundo round

Divisão de times
Em seguida, foi a vez dos técnicos e suas equipes definirem seus times de sete lutadores. Após vencer na jogada de moeda, Fabricio Werdum escolheu o direito de casar as duas primeiras lutas, que serão exibidas no terceiro episódio do The Ultimate Fighter Brasil 2. Minotauro, então, ficou com o direito de escolher o primeiro lutador de sua equipe.

"Acho que nosso time está muito forte, ficaram os que estavam a fim de vencer e dessa vez tenho certeza de que o time Werdum irá ganhar", comentou Fabricio Werdum.

"Fiquei super feliz com a escolha e estou muito confiante. Se esse time jogar em equipe, vamos chegar com um finalista ou possivelmente dois para a final", disse Minotauro.

Divisão de times, por ordem de escolha:
Time Nogueira -  Luiz "Besouro",  Santiago Ponzinibbio,  Neilson Gomes,  Leo Santos,  David Vieira,  William "Patolino" e  Cleiton "Foguete".

Time Werdum - Pedro Iriê,  Yan Cabral,  Tiago Alves,  Viscardi Andrade,  Márcio "Pedra",  Juliano "Ninja" e Thiago "Marreta".