Skip to main content

Lyoto e Shogun disputam o cinturão dos Meio-Pesados no UFC 104

A luta principal da edição 104 será estrelada por dois brasileiros. O baiano Lyoto Machida (atualmente lutando em Belém do Pará) defende pela primeira vez o seu cinturão contra o paranaense Mauricio “Shogun” Rua. Outra luta que promete esquentar a noite é o confronto entre o invicto Cain Velásquez (6-0) e “Big” Ben Rothwell, duas estrelas em ascensão da categoria peso-pesado. O brasileiro Gleison Tibau também marca presença no card principal lutando contra Josh Neer. O UFC 104 será exibido ao vivo neste sábado, dia 24, às 23h no Combate e Combate HD, direto do Staples Center em Los Angeles, na Califórnia (EUA).

 

“Lyoto Machida capturou a imaginação dos fãs com o seu nocaute contra o Rashad Evans, mas Maurício Shogun tem ferramentas suficientes para superar qualquer meio-pesado. Ele vem de um nocaute contra Chuck Liddell, então sua auto-confiança está nas alturas. Esse lutador tem o potencial de ser um dos melhores já vistos” disse o presidente do UFC Dana White.

 

Lyoto Machida coleciona 15 vitórias e nenhuma derrota, com apenas 31 anos, ele dominou a categoria meio-pesado. Seu nocaute contra Rashad Evans, em maio deste ano em Las Vegas, deu-lhe não só o cinturão como também fama internacional. A cada luta, Lyoto é um mistério para seu adversário. Faixa preta no Machida caratê e no jiu-jtsu, ele é perigoso em qualquer modalidade de luta e se tornou um dos alvos mais duros do campeonato. “É uma honra ter de enfrentar alguém que respeito tanto como o Mauricio Shogun. Antes de conquistar o título, lutei contra o Thiago Silva, então eu sei como os meus companheiros brasileiros são duros. Estou treinando bastante e espero que seja uma grande luta”, disse.  

 

No UFC 93, Mauricio Shogun emplacou a luta da noite com nocaute técnico contra Mark Coleman, integrante do hall da fama do campeonato. Três meses depois, no UFC 97, o brasileiro derrotou outro integrante do hall, Chuck Liddell, já no primeiro round com nocaute técnico que lhe rendeu o KO da noite. Com apenas 27 anos, o paranaense tem no currículo 18 vitórias e três derrotas, incluindo importantes triunfos contra Ricardo Arona, e contra outros dois ex-campeões do UFC Quinton “Rampage” Jackson, (meio-pesado) e Kevin Randleman(pesado).

  

A trajetória de Mauricio o posiciona como candidato número 1 a pegar o título dos meio-pesados. “Estou muito feliz de lutar pelo cinturão”, disse Shogun. “Estou tendo essa chance de ficar mais perto do grande desafio da minha carreira e o grande sonho da minha vida. Acho que lutar com o Lyoto é uma grande coisa porque ele é o cara para desafiar agora. Ele tem o cinturão e seu jogo é muito bem acabado”, completou.

 

Na edição 104, Ben Rothwell estréia no octógono contra Cain Velásquez, ex-integrante da divisão americana de luta olímpica no estado do Arizona. Com 27 anos, Velásquez acumula seis vitórias sendo quatro no UFC e três com nocautes técnicos. Sua última luta, no UFC 99, Velásquez encarou o seu desafio mais difícil e ganhou por decisão unânime contra Cheick Kongo.

 

Na categoria peso leve, o potiguar Gleison Tibau enfrenta Josh Neer. Radicado em Miami, onde treina com a equipe do American Top Team, Tibau vem de uma derrota contra Melvin Guillard em junho deste ano. No currículo, ele tem 29 vitórias e seis derrotas. Seu adversário também vem de uma derrota contra Kurt Pellegrino. O americano tem 25 vitórias, oito derrotas e um empate.

 

Card principal:

Lyoto Machida x Mauricio “Shogun” Rua (brasileiros)

Cain Velasquez x Ben Rothwell

Gleison Tibau (brasileiro) x Josh Neer

Joe Stevenson x Spencer Fisher

Anthony Johnson x Yoshiyuki Yoshida

 

Lutas preliminares (não haverá exibição pela TV)

Antoni Hardonk x Pat Barry

Yushin Okami x Chael Sonnen

Jorge Rivera x Rob Kimmons

Ryan Bader x Eric Schafer

Kyle Kingsbury x Razak Al-Hassan

Stefan Struve x Chase Gormley

 

Sobre o Ultimate Fighting Championship:

 

O Ultimate Fighting Championship é uma organização profissional que mistura artes marciais e oferece séries de eventos de esportes de MMA (mixed marcial arts). Pertence e é controlado pela Zuffa, LLC em seu quartel-general em Las Vegas, nos Estados Unidos. O UFC produz doze eventos de pay-per-view por ano, distribuídos por televisão a cabo e satélite dos EUA, além de 100 países. Para mais informações, visite ufc.com, uk.ufc.com ou ufcespanol.com.

 

Sobre o Combate:

O Combate é referência na televisão brasileira quando o assunto é arte marcial. O canal assinou contrato de exibição de três anos com o Ultimate Fighting Championship (UFC). Serão exibidos 20 eventos ao vivo, entre UFC e UFC Fight Night. Haverá ainda intensa programação com  UFC All Access, UFC Unleashed e o Countdown, que informam sobre os bastidores e o treinamento dos atletas, série de nocautes inesquecíveis do UFC e lutas históricas. O canal exibe também o programa “Passando a guarda”, com Jorge Guimarães, o Joinha, que roda o mundo mostrando os bastidores e novidades no mundo das lutas. Transmite ainda disputas de boxe por títulos mundiais ao vivo e possui o maior acervo da TV brasileira de lutas da modalidade.