Skip to main content

Frankie Edgar – Criando um campeão

Você não pode ir para uma luta contra BJ Penn e dizer que você irá pará-lo,  pois isso irá acabar com a sua cabeça. Então eu teria que ir para a luta sabendo que eu teria que lutar por cinco duros rounds, me manter ativo e executar meu planejamento”.  

O que faz um campeão? No caso do chefe do peso leve do UFC
Frankie Edgar, foi preciso, não apenas anos de treinamento e dedicação, mas a
vontade de evoluir o seu estilo, aprender com os seus erros e não pensar demais
nas suas vitórias. Com a revanche contra BJ Penn chegando, no dia 28 de agosto, nós
paramos para analisar as cinco lutas que levaram Edgar ao topo da
categoria.    

Tyson Griffin – 3 de fevereiro, 2007 – UFC 67 
Resultado: Edgar – Vitória no 3º round 

Com 5 vitórias e nenhuma derrota, Frankie Edgar era um
desconhecido quando foi chamado para estrear no UFC contra Tyson Griffin. Mas
15 minutos de luta depois, ao conquistar uma vitória por decisão unânime, o seu
nome já estava nas rodas de conversa de qualquer fã de MMA. 

 

Gray Maynard – 2 de abril, 2008 – UFC Fight Night 
Resultado: Vitória de Maynard no 3º round 

Quando Maynard derrotou Edgar por decisão unânime no Colorado,
muitos acharam que Edgar era pequeno demais para a divisão, já que os seus adversários
viviam lutando para perder peso, enquanto o nativo de New Jersey não precisava
se preocupar com isso. Mas Edgar não estava disposto a abrir mão do seu objetivo
de se tornar campeão e isso significava ter que repensar nas suas técnicas e jogo para poder lidar com lutadores mais fortes. E ele teria um teste
de peso um ano depois... 

 

Sean Sherk – 23 de maio, 2009 - UFC 98 
Resultado: Vitória de Edgar no 3º round 

Contra um lutador poderoso como o campeão Sean Sherk, Edgar
precisava ter um  Plano B e, na noite de
maio de 2009, não apenas ele tinha esse plano, como ele o executou com
perfeição. Com um jogo ofensivo bastante forte, ele não apenas derrotou Sherk,
mas mandou uma mensagem para todo o resto da divisão:  ele era um competidor legítimo e não iria a
lugar nenhuma tão cedo. 

 

Matt Veach – 5 de dezembro, 2009 – Final do TUF 10 
Edgar vence por finalização no 2º round 

Como um azarão, Edgar nunca teve problema em se preparar
para lutas contra caras como Griffin, Maynard ou Sherk. Mas quando a sua luta
contra Kurt Pellegrino foi cancelada por conta de uma lesão, Edgar se encontrou em
uma daquelas situações difíceis ao ter que enfrentar o duro Matt Veach. Mas depois
de sobreviver a alguns momentos complicados no começo, ele fez os ajustes no segundo round e acabou com Veach
com um mata-leão 

 

BJ Penn – 10 de abril, 2010 – UFC 112 
Resultado: Edgar vence no 5º round 

Edgar, de volta ao lugar de azarão, tinha poucas chances de
derrotar Penn no confronto de abril, já que o ‘The Prodigy’ vinha de duas
vitórias dominantes sobre Kenny Florian e Diego Sanchez. E Edgar sabia que não teria como vencer com um nocaute
ou uma finalização, mas sim fazer uma luta perfeita por 25 minutos.    

“Você não pode ir para uma luta contra BJ Penn e dizer que
você irá pará-lo,  pois isso irá acabar
com a sua cabeça. Então eu teria que ir para a luta sabendo que eu teria que
lugar por cinco rounds duros, me manter ativo e executar meu plano de jogo”.   

E ele fez exatamente isso, usando movimentos rápidos para
tirar o equilíbrio Penn , e aplicando alguns golpes certeiros. Foi um
desempenho marcante, exatamente no momento em que ele precisava, e quando os
juízes deram o veredito, havia um novo campeão e o seu nome era Frankie Edgar.