Skip to main content

Fabio Maldonado - Hora de dar a volta por cima

Um dos quatro brasileiros a atuar no UFC: Korean Zombie vs. Poirier, Fábio Maldonado colocará suas mãos para trabalhar contra o pupilo de Mirko Cro Cop, Igor Pokrajac. Fábio vem de derrota na última apresentação e vai procurar interromper a boa fase do adversário croata em uma das lutas principais do UFC de terça, 15/5. 

Amanhã, dia 15 de maio, quatro brasileiros estarão em ação no UFC - Korean Zombie vs Poirier, em Virginia, nos Estados Unidos. Entre eles, Fabio Maldonado (18-4-0), que terá pela frente o croata Igor Pokrajac (24-8-0). Especialista em boxe, com títulos nacionais e 12 nocautes no MMA, Maldonado espera usar a sua maior arma para se recuperar do revés na última apresentação, contra Kyle Kingsbury.   

"O Igor sabe lutar em pé, mas eu sou o melhor em pé na minha categoria, ele não vai segurar o rojão. Sinceramente, acho que ele vai tentar me derrubar. Pode ser que queira me confundir, jogar a mão, uns chutes, mas acho que vai acabar tentando me derrubar. Em pé, mão com mão, queixo por queixo, sou muito mais eu", dispara.
  Se acabar derrubado, Maldonado confia nos treinos no Team Nogueira ao lado de Rodrigo Minotauro, um especialista na luta de chão.
   "O que mais fiz foi Jiu-Jitsu. Treinei muito com o Minotauro, entre outros, e o Everaldo Penco, que vai estar no meu corner e comandou todo o trabalho. Também treinei muitas defesas de quedas", ele disse.  "No boxe, acho que estou com o tempo certo e a preparação física está melhor que nas outras lutas. Dessa vez vocês verão um Maldonado melhor. Estou bem. Confio no meu boxe e acredito que o meu Jiu-Jitsu é melhor que o dele. Se cair por baixo, vou desenrolar o meu jogo de chão."  

Maldonado se apresenta na divisão meio-pesado, hoje dominada por Jon Jones e uma das mais complicadas do UFC, repleta de ex-campeões.
  "Nessa categoria tem que ser passo a passo, aos poucos. Venho de derrota e, por isso, só penso nesta luta. Não penso no topo agora, em Jon Jones, em nada disso. Preciso vencer o Igor Pokrajac, que é um excelente lutador, completo. Venho de duas contusões e estou muito feliz por voltar. Agora penso só no Igor, meu foco está nele."  
 Mas o lutador não está totalmente desligado com o que acontece no topo da sua divisão de peso como, por exemplo, a aguardada disputa de cinturão entre Jon Jones e Dan Henderson. Jones é o atual campeão e fenômeno, com apenas 24 anos, enquanto o veterano Henderson, 41 anos, já deteve dois cinturões no extinto Pride e vem de triunfo contra feras como Renato Babalu, Rafael Feijão, Fedor Emelianenko e o ex-detentor do cinturão do UFC Maurício Shogun.
  "Dan Henderson é um veterano e tem que ser respeitado por tudo o que já fez, mas essa luta é do Jon Jones. Se o Henderson acertar a mão e derrubar, vai ser mérito dele, pois não acredito em golpe de sorte, o que existe é competência. Mas acho que o Jones vence, e antes dos cinco rounds. Ele está sobrando na categoria e o que fez até agora nenhum lutador até 93kg conseguiu. Ele é indiscutivelmente o melhor."  
 O UFC: Korean Zombie vs. Poirier terá transmissão exclusiva do canal Combate, começando às 19:30. Maldonado será o único brasileiro no card principal do evento de Fairfax, VA.