Skip to main content

Definindo 'The Dragon' - Os momentos mais memoráveis de Lyoto Machida

Por Thomas Gerbasi  

 

Uma das revanches mais esperadas entre os meio-pesados acontece no próximo dia 8 de maio, no Bell Centre, em Montreal, quando o campeão Lyoto Machida defende seu título novamente contra Mauricio 'Shogun' Rua. A primeira luta, vencida por Lyoto em uma decisão em cinco rounds, se tornou um dos momentos mais memoráveis da carreira do 'The Dragon'. E quais foram os outros momentos definição?

  

Rich Franklin - 31 de dezembro, 2003 - Inoki Bom-Ba-Ye 2003  

Resultado: Machida vence por nocaute técnico no 2º round  

Futuro campeão dos pesos médios do UFC, Rich Franklin, vindo de duas vitórias, resolveu apostar e ir até o Japão enfrente o relativamente desconhecido Lyoto, que na época possuía apenas duas vitórias como profissional. Franklin perdeu a aposta, sendo derrotado no segundo round. E desde o início da luta, a impressão era de que aquela seria uma longa noite para Franklin, principalmente quando ele disparou seu primeiro chute de esquerda e recebeu um golpe direto no rosto por ter aberto a guarda. Ainda no primeiro round ele foi derrubado por Lyoto, sendo parado apenas pelas cordas. O brasileiro conseguiu encerrar a luta já no segundo round, com um soco seguido de uma joelhada. Na época, o resultado foi surpreendente para muitos, mas ao falar sobre a luta no começo desse ano, Franklin não se mostra surpresa pelo sucesso de Lyoto. "O desempenho dele não me surpreende. Nós lutamos no final de 2003 e, para ser sincero, na época ele era o desconhecido. Não sabíamos quem ele era, mas ele era muito melhor do que eu achava. Então, ver o que está acontecendo não me surpreende".  

 

BJ Penn - 26 de março, 2005 - K-1 Hero's 1  

Resultado: Lyoto vence por decisão após três rounds  

Sempre destemido, BJ Penn chocou o mundo uma vez quando resolveu passar do peso leve para o meio-médio para destronar Matt Hughes em 2004. Em 2005, depois de sua saída do UFC e de vitórias sobre Dwane 'Bang' Ludwig e Rodrigo Gracie, 'The Prodigy' resolveu se testar novamente contra o maior e mais forte Lyoto. Para Penn, era apenas mais uma forma de testar as filosofias do seu primeiro amor, o jiu-jitsu. "O Jiu-Jitsu foi criado para os pequenos caras derrotarem os grandes e eu tenho praticado desde os meus 17 anos. Isso sempre esteve na minha cabeça", declarou Penn na época. "Eu acredito que tenho uma chance. Eu sei que algo vai acontecer, o cara vai cometer algum erro e eu vou conseguir aquele golpe certo". Isso não aconteceu e Lyoto, com 5-0 no currículo, adicionou mais uma vitória à sua lista, em uma decisão em três rounds. Naquele momento o mundo realmente queria ver o que aquele misterioso brasileiro tinha.  

 

David Heath - 21 de abril, 2007 - UFC 70  

ResultadoLyoto vence por decisão após três rounds  

Depois de vitórias sobre grandes nomes como Franklin, Penn, Stephan Bonnar e Michael Mcdonald, Lyoto entrou na WFA e derrotou Vernon White em julho de 2006. Logo depois, o UFC comprou partes da organização, incluindo o contrato de Lyoto Machida. O brasileiro foi apresentado aos fãs da organização no UFC 67 com uma vitória em três rounds sobre Sam Hoger, luta que deixou todos os observadores atentos de que aquele não era um competidor de meio-pesado qualquer.  

  

Em seguida era a vez de David Heath e, ainda que não tenha sido uma luta particularmente memorável, a vitória de Lyoto em três rounds fica na minha cabeça porque mostrou as dificuldades que os oponentes tinham ao encarar 'The Dragon.' Como Heath me disse antes da luta, "Machida possui um estilo muito complexo e isso exigirá muito trabalho para passar pelos seus golpes e tornar a luta favorável para mim". Heath não conseguiu resolver esse problema e mesmo com os fãs vaiando, Lyoto manteve seu plano de jogo, frustrando Heath e colocando-o em erros que lhe custariam a luta. "Eu ouvi muito fãs dizerem que se existem dois lutadores e a luta é chata, a culpa é dos dois", disse Heath. "Mas se eu quero fazer melhor, tenho que sair completamente do meu estilo e plano e ir atrás de um cara que espera que eu faça exatamente isso. Eu acho que algumas pessoas realmente respeitam esse estilo e reclamam comigo por torná-lo chato, mas eu não acho que quem fala isso já encarou um lutador realmente perigoso".  

 

Tito Ortiz - 24 de maio, 2008 - UFC 84  

Resultado: Lyoto vence por decisão após três rounds  

Apesar de disfarçar bem, Lyoto sentiu a pressão de enfrentar Tito Ortiz no UFC 84, que estava na última luta do seu contrato e no meio de uma disputa com o presidente do UFC Dana White. "Havia muita pressão e essa foi a pior parte. Havia uma briga entre Dana e Tito e eu não queria me envolver, mas ao mesmo tempo eu estava no meio. De qualquer forma eu consegui relaxar". E por 14 minutos e 25 segundos, ele dominou todo e qualquer aspecto da luta, mas então Ortiz surgiu com um triângulo e todo o público segurou a respiração. "Eu me preocupei porque o golpe foi no ponto certo e eu não esperava que ele fizesse isso. Eu treinei muito no chão, então estava preparado, mas me surpreendeu". Depois de alguns momentos de tensão, Lyoto conseguiu se livrar e garantiu a vitória no terceiro round. A conquista colocou 'The Dragon' num grupo seleto que tinha chances de conquistar um título e os fãs passaram a prestar atenção.  

 

Thiago Silva - 31 de janeiro, 2009 - UFC 94  

Resultado: Lyoto vence por TKO no 1º round  

Apesar de cinco vitórias seguidas no UFC, Lyoto ainda recebeu críticas dos fãs por apenas finalizar Rameau Sokoudjou e não ser um Wanderlei Silva no octógono. Ele manteve seu jogo e sua habilidade de fazer seus oponentes lutarem a sua luta. E caso eles entrassem no ritmo ou se tornassem muito agressivos, ele os faria pagar por isso. O brasileiro Thiago Silva, até então sem derrotas, fez ambas as coisas e Lyoto o mandou para casa com um nocaute no primeiro round. Foi a maior vitória de Lyoto no UFC até então e lhe deu a oportunidade de disputar o título da categoria contra o campeão Rashad Evans. Mas ainda mais importante, os fãs começaram a torcer por ele. "Eu tenho trabalhado duro para satisfazer meus fãs e eu sinto que meu trabalho teve resultado naquela luta", Lyoto declarou.  

  

Rashad Evans - 23 de maio, 2009 - UFC 98  

Resultado: Machida vence por nocaute no 2º round  

"O karate está de volta", disse Lyoto segundos depois de conquistar o título dos meio-pesados do UFC sobre Rashad Evans. Ninguém discordou da afirmação depois de mais um desempenho impecável, encerrado com uma sequência final que foi - para usar a frase de Joe Rogan - um balé de violência. Em 19 lutas profissionais, nunca ninguém, havia visto Evans apanhar daquela forma, mas Lyoto, o quebra-cabeças mais complexo da MMA, fez com toda a calma e precisão. Foi uma aula de mestre dada pelo novo campeão.  

 

Maurício 'Shogun' Rua - 24 de outubro, 2009 - UFC 104  

Resultado: Lyoto vence por decisão após cinco rounds  

Antes de defender o título contra o compatriota Maurício 'Shogun' Rua, muitos acreditavam que o Muay Thai ultra-agressivo de Shogun seria perfeito para os contra-ataques de Lyotoa. Mas esse não foi o caso na luta principal do UFC 104, com Shogun utilizando a sua estratégia apenas o suficiente para manter a luta com Lyoto por cinco rounds. Pela primeira vez, 'The Dragon' foi levado aos seus limites. Ainda assim, ele respondeu ao desafio como um campeão e se manteve pontuando durante os 25 minutos de luta. Quando acabou, Lyoto manteve seu título, apesar de muitos acreditarem que Shogun merecia ter levado o cinturão. No próximo dia 8 de maio eles voltam a se enfrentar e você ter certeza que nenhum dos dois irá querer levar a decisão aos juízes novamente.